Guia de implementação MANWINWIN

#3 Registo de Artigos de Manutenção

#3 Registo de Artigos de Manutenção

A gestão das peças e dos materiais de manutenção é uma componente essencial da gestão de manutenção, pela influência decisiva que tem na eficiência e na produtividade das actividades de manutenção.

Os materiais poderão estar disponíveis em stock no armazém, ou no fornecedor mas, em qualquer dos casos, têm que estar organizados e alcançáveis pelo sistema de gestão. Só os que estiverem codificados e registados no sistema, no chamado ficheiro Mestre de Artigos, é que são considerados materiais no seio do sistema de gestão. Uma norma de codificação de materiais estabelece as regras que devem ser utilizadas para codificar e registar os materiais do ficheiro mestre.
A organização sistematizada das Classes, Famílias e Subfamílias define a Norma de Codificação de Materiais a utilizar. A ideia é conseguir, através da estrutura lógica constituída pela agregação da classe + família + subfamília, que dentro de cada estrutura exista um número trabalhável de artigos que possam ser facilmente pesquisáveis.

O ManWinWin é fornecido com uma norma de materiais genérica, podendo esta ser alterada de acordo com as necessidades específicas de cada Organização.

A designação do artigo, quando aplicável, deve ser complementada com o código ou referência do fabricante, em campo de registo próprio e também na designação.

DICAS & BOAS PRÁTICAS

É boa prática codificar da seguinte forma:

  • Classe com 1 letra. Ex.: “S” para “Sobressalentes”
  • Família com 2 letras. Ex: “FI” para “Filtros”
  • Subfamília com 3 dígitos. Ex: “010” para “Filtros de Ar”

Ao criar subfamílias deixe sempre algumas numerações livres para eventuais alterações. Ex.: 010, 020, 100, 200, etc.

A constituição do ficheiro mestre de artigos tem que ser disciplinada e resistir activamente aos dois erros mais comuns, que são: registar o mesmo artigo com códigos diferentes e registar artigos que não interessam para a manutenção.

Pin It on Pinterest