Qualquer exercício de gestão requer a definição de objetivos e indicadores para controlar o desempenho ou, por outras palavras, expressar:

  • O que pretendemos? Quais os objetivos ou metas a atingir?
  • Como os atingiremos? De que forma os controlaremos?

Os objetivos exprimem, em linguagem corrente, aquilo que se pretende. No conjunto de objetivos para a área de manutenção poderemos incluir:

  1. Gestão da manutenção de acordo com boas práticas estabelecidas
  2. Controlo de energia e otimização
  3. Manutenção preventiva eficaz, mínimo de avarias e rápidas reparações
  4. Esforço na manutenção de melhoria para maior manutibilidade e eficiência energética
  5. Custos de operação otimizados
  6. Boa imagem

Para beneficiar mais deste artigo, recomendo que leia atentamente a norma publicada EN 15341.

Para quantificar objetivos utilizamos indicadores, que traduzem esses objetivos em números, e que nos permitem avaliar a evolução ao longo do tempo e apontar domínios para melhoria. De acordo com a norma EN 15341, indicador é uma característica medida (ou conjunto de características) de determinando fenómeno, estabelecida por uma fórmula, que avalia a sua evolução.

A seleção de indicadores poderá traduzir-se num mero exercício de senso comum escolhendo alguns (não demasiados!) dos indicadores descritos na norma EN 15341.

Abrir o documento em formato PDF

Pin It on Pinterest

Share This